quarta-feira, 11 de junho de 2008

Uma Escola de Jovens para Jovens


ESCOLA DIOCESANA DE EVANGELIZAÇÃO DA JUVENTUDE

(por Davi Carrer)


“Sabemos dos grandes desafios que o mundo passa. As dificuldades a cada dia aumentam, especialmente na área da juventude, em que há muitos sem perspectiva de futuro”. (Dom Paulo de Conto, Bispo da Diocese de Criciúma). A partir deste pensamento a Diocese de Criciúma aprovou em 2006 a realização da primeira Escola Diocesana de Evangelização da Juventude (Edeju). Um espaço de formação permanente, organizado pelos jovens e para os jovens, reivindicado pelos integrantes da Pastoral da Juventude (PJ).

A escola traz como proposta central a capacitação de jovens para atuar nas comunidades e para isto utiliza-se de um elemento que a PJ chama de formação integral, levando em consideração a pessoa por inteiro. Ela se divide em cinco etapas: Pessoal, Comunitária, Teológica, Sócio-Política e Capacitação Técnica. Cada uma com seus momentos específicos como orações, debates, estudos e festas, tentando sempre fazer com que os jovens sejam protagonistas.

Além de ser um espaço de formação, que os capacita a atuar na vida pastoral, a Edeju gera novas amizades, fornece conhecimentos e amplia horizontes. “Ela não faz milagres, só ajuda a despertar no jovem o que em nosso sistema se tenta abafar, podemos dizer que remamos contra a maré do sistema”, comenta Rodrigo Szymanski, membro da equipe que coordena a escola. Dom Paulo enfatiza que se busca proporcionar o encontro de meios para a prática da fé, esperança e caridade, na família, comunidade e trabalho.

Cada paróquia é responsável pelo custo e escolha de dois alunos. “Jovens que assumam a verdadeira proposta de Jesus Cristo, perceptíveis de que a Igreja vai além de quadro paredes e capazes de ajudar na construção de uma civilização mais igualitária”, revela Ana Elisa Fontanela, integrante da equipe que coordena a Edeju.

Após passarem pelas cinco etapas os jovens estarão prontos para agir em suas comunidades, sendo que a cada ano eles receberão uma formação continuada para compartilhar experiências e aprender coisas novas. “O jovem é muito importante no meio da sociedade, pois com a mente arejada pode contribuir de inúmeras maneiras. Pessoas adultas, empresários e a população em geral deveriam dar mais crédito para eles”, destaca Dom Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...