quinta-feira, 21 de maio de 2009

Maria - Mãe, discípula missionária

Neste mês de maio que estamos vivendo, mês em que celebramos o dia das mães, homenageamos e rezamos pelas mães, seguem alguns pensamentos a respeito da missão de Maria, Mãe de Jesus e nossa Mãe:


- Maria acreditou “ Feliz aquela que acreditou, o que lhe foi dito da parte do Senhor”(Lc 1,45).
- Maria é obediente à vontade de Deus, “Eis aqui a serva do Senhor! Faça-se em mim, segundo a tua palavra” Lc, 1, 1,38).
- A Virgem de Nazaré teve uma missão única na história da salvação, concebendo, educando e acompanhando seu Filho até seu sacrifício definitivo. Do alto da Cruz, através do discípulo João, Jesus a deu a todos nós como mãe – eis aí tua mãe, e todos nós como filhos, eis aí o teu filho - “ E desse momento em diante, o discípulo a recebeu em sua casa” (Jo 19,27). Perseverando junto aos apóstolos à espera do Espírito ela coopera com o nascimento da Igreja missionária, imprimindo-lhe um selo missionário que a identifica profundamente.
- Como mãe, fortalece os vínculos fraternos entre todos, estimula a reconciliação e o perdão e ajuda os discípulos de Jesus Cristo a se experimentarem como família, a família de Deus.
- Como na família, a Igreja-família é gerada ao redor da mãe, marcando a vida das comunidades pela ternura, carinho, convivência familiar.
- Maria é a grande missionária, continuadora da missão de seu Filho e formadora de missionários. Ela, da mesma forma que deu à luz o Salvador trouxe o Evangelho à nossa América, em Guadalupe, no México ao humilde João Diego ela releva o amor de Deus para com os pobres, amor aos índios. No Brasil, os pescadores encontram a imagem negra, que se revela a mãe que diz não à escravidão, à discriminação.
- Ela medita e guardava todas as Palavras de Jesus – “Maria guardava todas essas coisas, meditando-as em seu coração, Lc 2.19.51. É a discípula mais perfeita do Senhor. No Magnificat ela proclama e exulta a alegria de Deus Salvador.
- Maria ajuda a manter viva as atitudes de atenção, de serviço, de entrega e gratuidade que deve ser a marca dos discípulos de seu Filho. Cria comunhão e educa para um estilo de vida de partilha, solidariedade, fraternidade, acolhida ao outro ( Bodas de Canã).


Pe Wilson Buss - Administrador Diocesano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...