domingo, 10 de maio de 2009

Parabéns Mamães!

Cada dia do ano é especial, cada mês, pois em todos temos sempre alguma data comemorativa. Porém o mês de Maio é muito especial: Afinal estamos falando do mês dedicado a Maria, o mês das Mães também.

Maria a primeira missionária, Maria do sim, da ternura, da beleza, da simplicidade, de dedicação plena ao Projeto de Deus, do amor de mãe.

Todas esta característica e muitas outras encontramos em Maria. Traz consigo traços de coragem, de sabedoria, confiança ao projeto, mãe segura e atenta, protetora e guerreira até a cruz, mãe que acolheu a vida e que intercede pelo seu povo até hoje assim como fez nas bodas de Cana, Maria de Nazaré.

E hoje, quem são nossas mães, Inês, Edite, Salete, Neuza, Isabel..etc, que amam e alegram-se, quem amam e sofrem e dedicam suas vidas a seus filhos e filhas.

Onde as encontramos? Nossas mães trazem no peito o amor incondicional; trazem no olhar o carinho, a alegria por nossas conquistas ou tristeza e angustia quando escolhemos outro caminho sem ser o da vida; trazem nos braços sempre um abraço forte e um colo acolhedor; trazem na voz uma orientação mesmo muitas vezes nós não querendo escutar; trazem seus ouvidos prontos a silenciarem nossas angustias e tantas coisa que queremos contar. E mesmo algumas mães que já não são mais presença física, pois estão junto de Maria no céu, são verdadeiros anjos que nos acompanham juntamente com tantas boas lembranças que ficam aguardadas.

Percebam que é na vida em família, na vida diária que as encontramos. Encontramos sim, também alguns pais (homens), avós e avôs, tios e tias, que assumem por várias situações este compromisso com a vida de um outro ser, porque amam e somente o amor é capaz de doar-se.

E quando existe esta doação, muitos são os momentos de alegria, de felicidade partilhada. No entanto, muitas vezes nos prendemos em nossas auto suficiências e esquecemos de tantos outros momentos de choro de madrugada quando crianças, de esperas até você chegar das festinhas na adolescência, quando o café e o almoço estavam pronto esperando e você não percebeu o quanto isso é bom, de saudade quando você não mais a procurou.

Como diz um amigo PJteiro Reginaldo Scarsi: “Aproveite os seus para fazer os dias de sua mãe melhores. Não espere o dia das mães para agradecê-la, abraçá-la e beijá-la. Faça isso todos os dias em que você acordar e se encontrar com ela. E lembre-se, “..quem respeita sua mãe é como quem ajunta tesouros.” (Ecl.3,4)”

Desejamos que a ternura de Maria, o Sim a vida sejam exemplos seguidos por toda juventude e sigam sempre o exemplo do jovem Jesus de Nazaré que respeitou e amou sua mãe.

Boa reflexão...

Jordana De Fáveri Monteiro

PJ em ação Ed. Abril. Maio de 2008 - Revista da Diocese

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...