domingo, 13 de setembro de 2009

Santa Catarina, rogai por nós.




Roberto Malvezzi (Gogó)


Observem Santa Catarina. Reparem que não tínhamos furacões, mas já tivemos o Catrina. Observem que as enchentes sempre existiram, mas não destruíam cidades inteiras como no ano passado no vale do Itajaí. Reparem que não tínhamos tornados, mas ventos de 180 quilômetros por hora arrasaram comunidades inteiras nesses dias tenebrosos. Sinceramente, já não me recordo das estatísticas dos desabrigados, dos feridos e nem dos mortos. Mas, cada família, tendo tudo perdido, ou tendo parentes mortos, guarda na memória os entes que se foram.

Reparem a classe política de Santa Catarina. De costas para seu povo e sua tragédia, propõe alterar o código florestal, que é uma lei nacional, à revelia da constituição, e alargar a possibilidade do desmatamento para além do que já foi desmatado, do que é permitido por lei. Reparem a lógica, a sensibilidade humana, social e ambiental que move os representantes dos interesses dos catarinenses. Em todo o Brasil, em todo o mundo, salvo exceções de praxe, os outros são iguais a eles.

Reparem os rostos das pessoas assombradas pelos efeitos das mudanças climáticas. Observem o rosto de terror de quem viu sua casa sumir num cone de vento, quem segurou sua filha pelo braço arrastada pelo vento, de quem procurou no escuro o que sobrara, não de sua casa, mas de sua família.

Observem bem. Hoje foi com eles, amanhã será com qualquer um de nós. A rota da humanidade é ir até o fim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...