domingo, 28 de março de 2010

O Domingo de Ramos, por Dom Jacinto

A Semana Santa inicia no domingo de ramos. Durante as cinco semanas da quaresma preparamos os nossos corações pela penitência, pela oração e pela caridade, para o maior momento do ano. A páscoa, para os cristãos, é o momento mais importante do ano, pois, é neste tempo que é celebrado em todo o mundo cristão a paixão morte e ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo. É o centro de nossa fé.

No domingo de ramos Jesus entra solenemente em Jerusalém. "Então os discípulos foram e fizeram como Jesus lhes havia mandado. Trouxeram a jumenta e o jumentinho e puseram seus mantos em cima e Jesus montou. A numerosa multidão estendeu seus mantos no caminho, enquanto outros cortavam ramos de árvores e os espalhavam no caminho. As multidões, na frente e atrás dele clamavam: Hosana ao Filho de Daví! Bendito o que vem em nome do Senhor! Hosana o mais alto dos céus". (Mt 21, 1-9). Se as multidões não o aclamassem como rei do universo, as pedras e toda a natureza iam aclamá-lo.

Hoje, depois de dois mil e dez anos, os cristãos continuam a celebrar este momento tão importante na vida de Jesus. Mas para nós os ramos também querem lembrar que para seguir Jesus toda a vida é preciso ser forte , resistente igual as palmeiras e oliveiras, além de serem verdes, produzem frutos. Assim, cristão que não produz frutos na família e na comunidade (obras de caridade) não é cristão. Os ramos também são um sacramental; depois de bento são levados para nossas casas, aos ambientes de trabalho para assim nos lembrar que Jesus Cristo é o Senhor e tem todo poder no céu e na terra.

Em muitos lugares os ramos bentos são queimados com fé e oração em momentos de tempestades e outros momentos de insegurança em meio a natureza. Os ramos não são coisas mágicas, não possuem poder em si, mas nos querem sempre lembrar que Jesus sempre caminha na vida com todos aqueles que o acolhem e nele esperam. As pessoas mais felizes que passam por este mundo são aquelas que vivem uma fé verdadeira, onde Jesus Cristo é o Senhor e nós todos irmãos e irmãs, pois Nele todas as coisas foram reconciliadas.



Salmo 47 (ao maestro do coro. Salmo dos filhos de Coré)

1 Povos todos batei palmas, aclamai a Deus com voz alegres.

2 Porque terrível é o Senhor, o Altíssimo, grande Rei sobre toda a terra.

3 Ele sujeitou a nós povos, pôs as nações sob os nossos pés.

4 Escolheu para nós a nossa herança, a orgulho de Jacó, seu predileto.

5 Deus subiu por entre aclamações, o Senhor subiu ao som de trombeta.

6 Cantai hinos a Deus, cantai hinos; cantai hinos ao nosso Rei, cantai hinos;

7 porque Deus é o Rei de toda a terra; cantai hinos com arte.

8 Deus reina sobre os povos; Deus sentou-se no seu trono santo.

9 Os chefes dos povos se reúnem com o povo do Deus de Abraão, porque a Deus pertencem os que governam a terra; é ele o altíssimo.



Dom Jacinto Inácio Flach - Bispo Diocesano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...