domingo, 1 de agosto de 2010

Plenária Nacional das Pastorais da Juventude do Brasil

Plenária Nacional das Pastorais da Juventude do Brasil

PJ – PJE – PJMP – PJR

Brazabrantes, Goiás

29 de julho a 1º de agosto de 2010


Tema: “Pastorais da Juventude do Brasil e a defesa da vida da juventude”.

Lema: “PJB, se encontrando e reencantando para a luta”.




“Essa ciranda não é minha só
É de todos nós
A melodia principal quem tira
É a primeira voz”
Lui Coimbra


Eis que no coração do Brasil, num inverno aconchegante, as quatro Pastorais da Juventude contemplam as estrelas de um lugar privilegiado: Brazabrantes, na sua Plenária Nacional. Trouxemos nas mãos sonhos, angústias, esperanças, sorrisos, abraços dos diversos cantos do País. Várias realidades e um mesmo sonho: preservar e defender a Vida da Juventude.

Celebramos o prazer de estarmos em comunidade a fim de refletir nossa caminhada conjunta a partir dos clamores da 15ª Assembleia Nacional da PJB, suscitando um reencantamento pela proposta que brilha intensa e carinhosamente nos olhos de cada um/a. Em comunidade, contamos com a presença de Pe. Carlos Sávio - assessor do Setor Juventude/CNBB, a jovem Janaína Cesar - Ministério Jovem da Renovação Carismática Católica e do assessor da Plenária, Pe. Wander Torres Costa.

Provocados pela teatralidade acolhedora dos/das jovens da CAJU - Casa da Juventude Pe. Burnier, sentimos a irreverência e a beleza da coragem evangélica que iluminou nossas discussões.

O estudo da Reforma Agrária, Segurança Pública, Trabalho e Educação Popular trazidos por companheiros envolvidos na causa – Pe. Dirceu - da CPT, Pe. Geraldo Marcos Labarrère Nascimento - da CAJU, Carlos Marcelo - da PJMP e Hugo Leonnardo Cassimiro - Ação Gestionária - nos fizeram olhar a realidade de forma crítica e cuidadosa.

Partilhamos os nossos sonhos que perpassaram pelos mais variados contextos espalhados pelo nosso chão. Fortalecimento do conjunto das PJ’s, anúncio de um Cristo que ama e liberta aos povos empobrecidos, memória da nossa história, respeito às especificidades, escuta da realidade, amor incondicional pelos/as jovens, espaços comuns nos Regionais dentre tantos outros desejos que se fazem clamores.

Os passos percorridos na Escola, Igreja, Campo e na Rua recordaram a Boa Nova de Emaús, nos convidando a sermos caminheiros em mutirão, estarmos inseridos nas diferentes realidades e reafirmamos nossa opção pelos pobres.

As bandeiras de luta que tremulavam nos nossos corações foram reorientadas: por uma Igreja de comunhão e participação, pelo fortalecimento das PJ’s, por um projeto popular para o Brasil e contra a violência o extermínio de jovens, tendo em vista a nossa Campanha Nacional. Fazendo com que elas dêem prioridade ao direito de ser jovem e a construção do projeto de vida, elementos que aparecem de forma simultânea permeando o chão de nossas ações.

No desejo das Pastorais da Juventude continuarem sua caminhada em comunidade, de animar a vida e a luta, as Cirandas de Comunhão e Participação surgem como um novo jeito de nos organizarmos.

E devagarzinho, como quem chega ao entardecer tendo a certeza de que o povo vai chegando em suas jangadas e se juntando à beira-mar. Dando as mãos, sentindo o calor do outro, sentindo a comunhão e a participação de cada jangadeiro/a. Partilhando os frutos do seu trabalho colocando-os em comum cantando, cirandando, encantando e sendo encantados, pela força das batidas das palmas e dos pés que marcam o passo e fazem o mundo girar.

Brazabrantes, GO, 01 de agosto de 2010.

Pastorais da Juventude do Brasil

PJ – PJE – PJMP – PJR


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...