quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Sou Igreja Jovem, por Carmem Lúcia Teixeira

Sou Igreja jovem! Uma decisão que marcou os discursos dos/as jovens da PJ em Imperatriz

Muitas vezes em nosso caminho, que é marcado pelas opções que fazemos, nos deparamos com situações que nos faz perceber o cuidado de Deus que caminha com seu povo. Foi assim a experiência que vivi com os jovens da coordenação nacional. Estavam presentes todos os regionais da CNBB.

 
No tempo dedicado para partilha da vida, encontramos com projetos de vida de jovens que dedicam tempo para cuidar da vida deles e delas em vários aspectos e cuidar da vida da comunidade, cuidar da vida do planeta, por exemplo, optando por uma vida marcada por uma opção contra o consumismo, viver na simplicidade e com criatividade.

Na análise da situação que vivemos, encontrei jovens preocupados/as em refletir sobre a política do país, de compreender as causas que sustentam as consequências que estão mais visíveis para o nosso cotidiano. Jovens que desejam que a Igreja seja cada dia mais fiel a Jesus e seu Projeto.

Na definição sobre o caminho de participação e decisão da Pastoral da Juventude, em sua ampliada nacional, em janeiro de 2009, a proposta é construir projetos de ação a partir de um caminho feito desde 2005, com vista dos próximos cinco anos. O horizonte é uma vida doada; é caminhar com o espírito que marca Jerusalém.

Em 2012, está no horizonte da juventude um grande encontro dos jovens que afirmam – Somos Igreja jovem! “Na ciranda da vida, a vida em missão é amar sem medida”, inspirados /as em Jesus, que amou até fim e doou a sua vida pela humanidade e renovar no desejo de vida em abundância.

Partilharam o Plano Nacional de Evangelização com um desejo enorme de comunhão como Igreja no Brasil, em preparação para a grande comunhão como Igreja universal, que se prepara para viver este encontro no Brasil que terá o Papa como sinal visível de nossa Igreja. Sonharam com a Campanha da Fraternidade sobre jovens em preparação para este encontro eclesial. Muitos/as estão sonhando com Madri, na Espanha como um ensaio para viver a acolhida da Igreja do mundo aqui em nossas terras.

Foi surpreendente cada equipe encarregada dos projetos nacionais do Plano de ação assumido em 2005, em Salgado-SE, confirmado em Palmas-TO, com enfoque no grupo de base e na missão, em fidelidade ao pedido dos Bispos na Conferência de Aparecida.

Nesta mesma direção e compromisso com a Igreja, foi a partilha da experiência do III Congresso. A coordenação avaliou com profundidade a participação no III Congresso na Venezuela. Tanto das dificuldades, nos diálogos do caminho como Igreja, quanto nas decisões construídas no coletivo dos delegados/as das 18 Igrejas nacionais que dele participaram. Partilharam o sonho da PJ Latino-americana, as afirmações sobre o modo de ser e fazer a Pastoral Juvenil no continente, seus desafios e horizontes.

Carmem Lucia Teixeira - Coordenadora Geral da Casa da Juventude Pe. Burnier

Um comentário:

  1. Ahh o pessoal da CNPJ "copiou" nossa foto da comarca, de 2007 do cartaz dos 25 anos das PJs...rsrs

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...