sábado, 15 de janeiro de 2011

Jovens brasileiros/as realizam missão em comunidades de Imperatriz, MA

Participantes da Ampliada Nacional da Pastoral da Juventude (PJ) realizam visitas às casas de comunidades de base da diocese de Imperatriz
É missão de todos nós, Deus chama, eu quero ouvir a sua voz!
(Zé Vicente)
Ampliada PJ_13jan (2).jpg
Diante do tema “PJ: Missão e Profetismo”, a coordenação nacional da Pastoral da Juventude dedicou o sexto dia da Ampliada Nacional para a realização de missão em algumas comunidades da diocese de Imperatriz, MA. Os/as delegados/as participantes da atividade visitaram centenas de famílias durante a quinta-feira, 13.
A alegria da acolhida das comunidades que receberam os/as delegados/as missionários/as foi marcante e impulsionou o trabalho missionário. Para o jovem Luis Duarte, membro da coordenação nacional da PJ representando o regional Centro-oeste, fazer missão é “ir ao encontro do Cristo que vive no pobre e sofredor”.
Na dinâmica de fortalecer a identidade, missão e profetismo da PJ, o Ir. Paulo Martins, da Província Marista Brasil Centro-Norte, destacou que fazer missão em uma Ampliada Nacional é “demonstrar para a cidade que acolhe a atividade o que já é feito em todo o país, em diversas missões jovens e outras atividades missionárias realizadas nas diversas instâncias da organização da Pastoral da Juventude e também é oportunidade de reafirmar o ardor da juventude de ser discípulos/as missionários/as de Jesus Cristo”.
Para a jovem delegada do Regional Sul 3, Marina Berton da diocese de Erexim, RS, a missão  foi “uma experiência que engrandeceu sua vida nos aspectos pessoais, pastorais e profissionais, pois ao conhecer outras realidades é possível fortalecer a opção pastoral e eclesial existente na Pastoral da Juventude em sua diocese e regional”.
Após o trabalho, missionários/as delegados/as puderam partilhar as experiências em grupos, enfatizando a relação da missão com a temática da Ampliada e das experiências vividas. Nesse momento a jovem Franciely Camillo ressalta que “foi uma manhã de muito aprendizado, sobretudo de suspender a realidade e ir ao encontro do/a outro/a, do/a necessitado/a e escutar seu clamor. Sentir o chão que a juventude maranhense pisa e entender suas dores e alegrias”.
No período noturno, foi dado início as atividades com foco no AGIR, momento de pensar e planejar as ações da PJ nos próximos anos. Nos próximos dois dias, 14 e 15 de janeiro, o grupo reunido em Imperatriz se dedicará a refletir sobre a construção de objetivos, metas, projetos nacionais e organização nacional. Finalizando com a apresentação da nova Comissão Nacional de Assessores/as da PJ e da definição da Secretaria Nacional da PJ.
Projeto nacional Teias da Comunicação da Pastoral da Juventude

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...