sexta-feira, 22 de abril de 2011

O Rei em uma cruz, por Rodrigo Szymanski


Um madeiro como herança
Sua nobreza foi consagrada,
Deram-lhe uma coroa de espinhos

Proclamaram rei dos judeus...
E Ele o era.
Morte ao rei.

Sabia que devia morrer
Pois sua nobreza era dessemelhante,
Dos poderes terrenos

O Rei que nasce em uma estrebaria
Vive sem posses, não tem onde dormir,
E morre como morrem os mais indignos

Antes de morrer sofreu as humilhações
Flagelado, desfigurado, crucificado
Morreu em uma cruz sem os seus.

Mas mostrou a todos que o seguem
Que seu projeto não é de nobreza,
Muito menos de riquezas e glamour

Foi fiel aos seus ensinamentos
Viver como os pobres, pois deles é o Reino...
Assim foi pobre entre os pobres.
Por que ainda tanta riqueza?
Somos seguidores do rei crucificado
Que negou o mundo.

Neguemos também nós
Neste sistema de injustiça e busquemos
A justiça que o crucificado/ressuscitado nos ofereceu...

Rodrigo Szymanski | 22/04/11

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...